Editora Mais Que Palavras

(49) 3622 6062Tel

fale@editoramaisquepalavras.com.brEmail

BUSCA  
 
 

PROJETOS

 
 
Compartilhe:

Bonecos Unidos pelo Brasil

Unido à Editora Mais Que Palavras, o projeto “Bonecos unidos pelo Brasil” tem a participação de atores de todos os estados brasileiros, dispostos a somarem seus esforços em atenção ao projeto “Minha casa, com leitura”, lançado recentemente por esta editora a fim de levar alegria e informação em momento tão necessário. Propomos a criação de uma organização criativa disposta em ajudar a traduzir mensagens de entusiasmo e de saúde pública a pessoas de diferentes culturas, etnias, classes, comunidades e plataformas.

Embora o projeto compreenda partes e gravações distintas, tudo será apresentado em um único vídeo e compartilhado livremente nas redes sociais (youtube, twitter, instagram, linkedin, facebook) para que chegue ao maior número possível de familiares, sempre em atenção aos critérios estabelecidos pelo Itaú Cultural.

Passos sobre a montagem sequencial do material vídeo-gráfico:

Na apresentação inicial que segue (https://www.youtube.com/watch?v=0Jnbu-HrzfA), os atores se utilizaram de bonecos e da arte ventríloqua para, assim, repassar informações básicas à população sobre o momento de pandemia que estamos vivendo por conta do Covid 19.

Por meio do ato de entreter, da arte e do bel prazer de ouvir narrativas populares (lendas e fábulas) apreciadas por diferentes idades, o projeto prevê conciliar esse universo fantasioso e temáticas reais, relacionadas à pandemia vivida mundialmente: saúde, bem-estar comunitário e pessoal, higienização das mãos, distanciamento social, atitudes de cooperação, quebra de mitos, entre outras.

Na sequência, parte ainda a ser gravada, o ator Sergio Murilo Bessa, parceiro assíduo da Mais Que Palavras, convidará crianças, adolescentes e jovens (a família como um todo) a ouvirem a leituras de fábulas do livro “Dez Fábulas fabulosas de Esopo” como recontada por Alexandre Azevedo, assim como a leituras de lendas do livro “Dez Lendas Africanas” de mesmo autor, feitas por um elenco de atores bem conceituados. Ambos os livros ilustrados por Renato Andrade e publicados pela Mais Que Palavras.

A performance para a leitura dos versos ligados aos estilos de Fábula e Lenda, escolhidas pela equipe envolvida, ficará ao critério de cada um dos atores, cabendo a eles o uso da criatividade individual, visto serem talentosos atores. Este passo também será melhor elaborado posteriormente, devido não dispormos de tempo suficiente para o prazo de inscrição previsto neste edital.

Como conclusão, o projeto terá dicas sobre práticas de Literacia Familiar dadas pelo ator Sergio M. Bessa e pela editora Terezinha O. Bagatini (habilitados para tal/currículos anexos), em atenção aos versos da Fábula e da Lenda narrados pelos atores, vinculando-os a informações, cuidados e precauções sobre a doença Covid-19. Esta etapa também será elaborada posteriormente, devido não dispormos de tempo adequado no prazo de inscrição previsto neste edital.

Uma vez que todos estes vídeos estejam gravados e unidos, faremos as devidas adequações às normas previstas por este edital, de marca, entre outras. Então, com o aval dos patrocinadores, o projeto passará a ser publicado com livre acesso à população como um todo, inclusive podendo se fazer chegar a brasileiros residentes em outros países. 

 

Entre as fábulas que serão narradas em vídeo pelos atores:

A festa no céu

A formiga e a cigarra

A lebre e a tartaruga

A pomba e a formiga

A raposa e a cegonha

O burro e o cavalo

O burro na pele do leão

O galo e a raposa

O leão e o rato

O lobo e o cão.

Todas compostas por rimas e muita graça. Para além de divertir, despertam estudos sobre nuances literárias e ortográficas, como o uso ou não de hifens em palavras pouco usuais.

 

Entre as lendas que serão narradas em vídeo pelos atores:

A lenda dos tambores africanos

A lenda da galinha d’angola

A lenda da girafa e do rinoceronte

A lenda ubuntu

A lenda da raposa e do camelo

A lenda de quando o leão sabia voar

A lenda de Iemanjá

A lenda de jabulani e o leão

A lenda da noz-de-cola.

Da tradição oral, as lendas fazem parte da cultura de um povo. Numa mistura de fantasia com elementos históricos, elas têm o intuito de explicar a origem de muitas coisas, como faziam os rapsodos na Grécia e Roma Antigas que, à maneira de um contador de histórias, chegavam às cidades recitando as famosas epopeias clássicas, como as de Homero e Virgílio. De maneira lírica, cômica e até trágica, elas explicavam o surgimento de coisas que, à época, a ciência não tinha como explicar.

 

Pessoas em geral amam lendas e fábulas: crianças, adolescentes, jovens e adultos. Eis que elas divertem, mas também acalmam, são apaziguadoras da alma e instigam a inúmeras reflexões. 

 Nesse momento de pandemia, pessoas isoladas enfrentam inúmeros desafios à saúde mental. O excesso de notícias, a preocupação, o medo e o isolamento social contribuem para o acúmulo de estresse. Uma excelente maneira de encontrar a paz interior no meio do caos, é a leitura e a escuta de histórias. Elas acalmam o crítico interno que incomoda pessoas, fazendo-as duvidar ou pensar mal de si mesmas. Ajudam a cuidar do emocional e manter a calma. Elevam o bom humor e o controle emocional.

Porfifólio cultural: https://drive.google.com/file/d/1Nj58Ao9En8zaUqETipFvwZ-hDxwBjXXw/view?ts=5e90a86c

VÍDEO DE ABERTURA: https://www.youtube.com/watch?v=0Jnbu-HrzfA (MAS QUE PODERÁ PASSAR POR ALTERAÇÃO).

Vídeo

Este site também pode ser acessado via iPad/Tablet. Mobilidade para você fazer bons negócios.
Créditos: